quinta-feira, 17 de abril de 2014

Fim da greve da PM e paz volta aos lares baianos

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (17), na governadoria, o governador Jaques Wagner e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, informaram que os policiais militares aceitaram a proposta do governo e anunciaram o fim da greve. “Recebemos a notícia que nos tranquiliza muito de que, com os esforços de alguns intermediários, finalmente os policiais aprovaram, em assembleia, o fim da greve”, afirmou o governador.

Segundo Wagner, mesmo com o anúncio, está mantida a Garantia da Lei e da Ordem (GLO). “O nosso planejamento não se encerra aqui, temos um feriado pela frente e vamos manter a GLO para uma reavaliação e ter a certeza de que a normalidade foi reconquistada. Quero me confraternizar com a população e parabenizar o esforço do secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, do comandante da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro, dos secretários e outras autoridades que participaram do processo”. (Secom Bahia)

Governo agiu rápido

Dessa vez o movimento liderado pelo vereador Prisco (PSDB) não teve adesão da opinião pública. O governo também se mostrou eficiente, tanto na negociação quanto na comunicação - com informações e contra-informações -, que a todo tempo atualizava a situação e acabou por evitar um clima de terrorismo generalizado, como se viu da última vez.

A população também não demonstrou apoio ao movimento. Contribuiu para isso, além da comunicação do governo e da militância dos partidos da base, o sentimento de revanche de muita gente que enfrenta a polícia no dia-a-dia de protestos nas ruas de Salvador, devido à inoperância da prefeitura em diversos bairros da capital.

Com a imagem de Prisco - PM - colada na de ACM Neto - prefeitura -, a população não teve dúvidas de que o movimento tinha intenções que apenas abrangiam o interesse particular, embora apoiado em justas demandas da corporação. Aí, entrou a eficiência do governo do estado, de mostrar que está dialogando com a PM, e que muitos avanços haviam sido garantidos.

No fim das contas, apesar do clima de insegurança, alimentado, muitas vezes, por comunicadores irresponsáveis e disseminado por muitos inocentes úteis, nas redes sociais, a greve não comprometeu o período de Semana Santa, e a população certamente voltará a respirar ares de segurança nas próximas horas.(Chocolate com Política)

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Aprovado na Assembleia Legislativa projeto de Yulo que cria o Dia em Homenagem a Irmã Dulce

13 de agosto será o Dia Estadual de Irmã Dulce
Mais uma vitória do mandato, dos fies católicos e de todos aqueles que reconhecem a grandeza da obra de Irmã Dulce. O projeto de lei, de autoria do deputado Yulo Oiticica, que cria o Dia Estadual em Homenagem a Bem Aventurada foi aprovado, por unanimidade, sem nenhuma abstenção, na noite desta terça-feira(15) na Assembleia Legislativa da Bahia. A aprovação demonstrou também o poder de articulações do deputado, que conseguiu levar o projeto a ser votado sem as formalidades legais.

Para Yulo Oiticica, “a aprovação representa uma homenagem do legislativo, que o reconhece o grande serviço de utilidade pública que Irmã Dulce prestou e ainda presta à sociedade. A partir de hoje, ela estrará mais viva entre nós.” As articulações começaram na tarde de hoje, quando acompanhado de líderes religiosos, Yulo levou ao presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Marcelo Nilo, 24 mil assinaturas de pessoas de toda a Bahia, que apoiam o projeto.

“Somente com a aprovação imediata, teríamos tempo hábil para o governador sancionar a lei no dia 26 de maio, quando será comemorado o centenário da Bem Aventurada”, explicou Yulo, ao presidente da ALBA. O pedido de dispensa de formalidades legislativas para que a votação fosse realizada hoje, foi bem recebido por Marcelo Nilo, que garantiu a Yulo e ao Bispo Auxiliar Dom Marcos Eugênio e ao Padre Jorge, da paróquia de Pau da Lima, sua dedicação à causa.

A capacidade de articulação do deputado não parou por aí. Para garantir a celeridade do processo, Yulo Oiticica, depois da visita a Marcelo Nilo, seguiu para o plenário da Assembleia, onde recolheu assinaturas dos parlamentares. Ao final da tarde o projeto já contava com a despensa de formalidades e foi levado à votação, em segundo e teve como relator o deputado Sandro Regis (DEM).

Geraldo Simões apresenta projeto que regulamenta utilização de cacau no chocolate

Foto: REUNIÃO SOBRE PL QUE ESPECIFICA A INCORPORAÇÃO DE CACAU NOS CHOCOLATES E PRODUTOS ACHOCOLATADOS

Hoje debati com o Dep. AFonso Florence, relator do Projeto de Lei 851 de 2011, de minha autoria, que torna obrigatório a incorporação de percentuais de cacau nos produtos denominados chocolates ou derivados.

Participaram da reunião, também o Diretor Geral da CEPLAC, Hellinton Rocha e os assessores Fabíola e Eduardo.

Como conclusão do debate, decidimos melhorar o projeto proposto, definindo percentuais mínimos de cacau ou manteiga de cacau para os Chocolates, Chocolates ao Leite (com percentual também de leite), Chocolate Branco, Bombom de Chocolate, Cacau solúvel, Cacau em Pó e o que se entende por Massa de Cacau e Manteiga de Cacau.

Penso que, com essas modificações estaremos aperfeiçoando o Projeto.
Na próxima sessão da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio – CDEIC da Câmara dos Deputados deve ser votado o relatório do Projeto de Lei 851 de 2011 de autoria do deputado federal Geraldo Simões. Pelo projeto, para se aplicar o termo chocolate, é preciso que o produto tenha pelo menos 25% de cacau. No caso dos chocolates brancos, o percentual deve ser de 20% de manteiga de cacau. Ele tomou a iniciativa em propor este projeto, no início de 2011 movido pelo bom senso que deveria existir em toda produção alimentícia, ou mesmo de toda a produção.

cacau 3“Tudo que consumimos deveria ter designação de origem e informação dos componentes que integram o produto. O conhecimento do produto é um princípio básico da teoria econômica capitalista, que na prática não é observado e estamos longe de alcançar”, disse o deputado. Segundo ele, “vivemos em uma sociedade capitalista, mas princípios éticos devem ser obedecidos. Um dos princípios que deve ser observado é justamente a veracidade das informações. A correspondência entre os nomes com que se rotulam os produtos e seus componentes”. ”Assim como não podemos compactuar com produtos falsificados e piratas, também não podemos aceitar que se tente enganar os consumidores com autofalsificações, classificando como chocolate o que não é chocolate”.

Geraldo-SimoesUm grande número de produtos existentes nas prateleiras dos mercados brasileiros ostenta a denominação de “chocolate” ou de “chocolate branco”, ou utilizam-se de outros termos como ‘achocolatado’e induzem o consumidor a entender que há na formulação daquele produto ao menos um pequena quantidade de chocolate, ou seja, de um produto derivado do cacau em uma de suas formas de incorporação aos alimentos industrializados.

Na verdade, tais produtos contêm, tão somente, produtos químicos que tentam imitar o inigualável sabor do chocolate. O consumo desses compostos químicos traz vários prejuízos ao consumidor

Geraldo-SimoesGeraldo Simões explica que “o consumidor assim enga nado, é lesado ao pensar que consome chocolate de alto valor nutricional ao consumir produtos químicos, alguns evidentemente nocivos ao organismo”. Paralelamente, o nome chocolate e as palavras dele derivadas, são usadas de forma indevida ao não se utilizar a verdadeira matéria prima, em evidente prejuízo aos produtores de cacau, insumo indispensável ao verdadeiro chocolate.

“Acredito firmemente que, ao apresentar este projeto benéfico a todos os consumidores, estarei criando condições de aumento da demanda do cacau, o que estimulará a produção e a economia das regiões cacaueiras no Brasil, particularmente na minha região, Sul da Bahia, tradicionalmente produtora desta valiosa amêndoa”, finalizou Geraldo Simões.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Niver de Domingos Matos

Hoje, 15 de abril, é data de festejos para o jornalista e petista Domingos Matos. Ele comemora mais um ano de vida e recebe as homenagens da família e o abraço do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Itabuna.

“Parabéns ao amigo Domingos, grande parceiro das lutas do PT e um dos jornalistas mais competente e respeitado do Sul da Bahia”, disse Flávio Barreto, presidente do PT.

O Diretório felicita Domingos e deseja a realização plena dos seus sonhos e   projetos de vida.

Dilma afirma que não ouvirá calada campanha política para desestabilizar Petrobras

A presidenta Dilma Rousseff condenou nesta segunda-feira (14) a “campanha negativa” realizada por segmentos políticos contra a Petrobras. Durante discurso a presidenta relembrou o crescimento da companhia nos últimos 11 anos e reafirmou a disposição de combater eventuais “mal-feitos” em negócios praticados dentro da empresa. As afirmações ocorreram durante cerimônia alusiva à viagem inaugural do navio petroleiro Dragão do Mar e do batismo do navio petroleiro Henrique Dias, no Estaleiro Atlântico Sul, em Ipojuca (PE).

“Vocês [trabalhadores da Petrobras] são de fato vencedores. Fazem parte de uma empresa vencedora. Nada, nem ninguém, vai conseguir destruir isso no nosso país. Nós sabemos que [a Petrobras] é a maior e mais bem sucedida [empresa] desse país. Esse título deve-se ao apoio do povo brasileiro, que sempre lutou e se orgulhou da Petrobras”, afirmou.

Em resposta as críticas constantes à gestão da empresa, a presidenta Dilma lembrou o fortalecimento experimentado pela empresa nos últimos 11 anos. “Ao contrário do passado, a Petrobras é hoje a empresa que mais investe no Brasil; foram US$ 306 bilhões de 2003 a 2013”, explicou.

Dilma rechaçou ainda avaliações erradas contra a companhia, ao ressaltar a valorização da empresa nos últimos anos. “Está errado dizer que a Petrobras está perdendo valor comercial. Manipulam dados, distorcem fatos e desconhecem a realidade do mercado mundial de petróleo. Em 2003, ela valia R$ 15,5 bilhões e hoje o valor chega a R$ 98 bilhões. Nós multiplicamos por seis o lucro líquido, que passou de R$ 8,1 bilhões para R$ 23,6 bilhões”, assegurou.

sábado, 12 de abril de 2014

Instituições assinam protocolo para constituição de parques tecnológicos

Após três dias de seminário, com palestras e intervenções que contribuíram para a definição do modelo de empreendimento mais adequado à realidade regional, foi assinado na quinta-feira (10) um Protocolo de Intenções entre quatro instituições que estarão à frente do Parque Tecnológico do Sul Baiano.

A proposta foi apresentada pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), e ganhou adesão de parceiros como a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e Instituto Federal da Bahia (IFBA), campus Ilhéus.

A solenidade foi realizada na reitoria da UFSB, e contou com representantes das quatro instituições. Para o reitor da UFSB, Naomar Almeida, o momento foi extremamente simbólico, porque foi o primeiro ato a ser realizado de fato naquela reitoria (espaço físico), que começou a funcionar efetivamente há poucos dias. Ao comentar o histórico que levou à efetivação do projeto, ele lembrou que a ambição da Ceplac
propor a instalação de um parque tecnológico se compara à ambição da própria UFSB em termos de modelo de universidade.

O reitor observouque a UFSB tinha nas mãos uma oportunidade única, porque partia do “zero absoluto positivo” e não poderia deixar de ousar no modelo, aproveitando ao máximo as potencialidades, em parcerias estratégicas com diversas instituições. “O resultado será uma universidade extremamente voltada para o desenvolvimento regional, não só econômico, mas também social”.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Diretório debate gestão da Saúde e Dia do Trabalhador

Em reunião do Diretório Municipal do PT de Itabuna ontem quarta-feira(09) os membros do Diretório debateram entre os temas as dificuldades da gestão municipal na Saúde de Itabuna e a programação para o Dia do Trabalhador-01 de maio, organizado pela CUT Cacaueira.

O PT ver com preocupação a demora  dos repasses dos recursos da saúde pelo município para as instituições, o que está provocando atrasos de salário dos profissionais na Santa Casa. “A prefeitura vendeu como salvação a transferência dos recursos e a gestão da Saúde Plena do Estado para o município, e agora não está sabendo administrar o dinheiro”, lamenta Flávio Barreto, presidente do PT.

Nesta sexta-feira(11) às 16h, será realizada na Sede do Sindicato da Saúde(Sintesi), uma reunião com os diretores dos sindicatos ligados a CUT, para detalhar a programação do Dia do Trabalhador.